Dicas incríveis de Como Jogar Poker Online

Textos sobre os melhores sites para Jogar Poker Online, dicas sobre Como Jogar Poker e entrevistas com os principais nomes do Poker no país.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro! INSCREVA-SE para ganhar um BÔNUS no Pokerstars!

O que é slow play? Quais os seus riscos?

O que é slow play? Quais os seus riscos?

Você saiu com uma ótima mão que ficou ainda melhor com o flop inicial. Tudo indica que você deve aumentar sua aposta, não é? E se te falarmos que existe uma estratégia que faz justamente o inverso?

O slow play é uma tática utilizada no pôquer, pode ser traduzida como “jogo lento” e o seu nome já transmite um pouco a ideia dessa jogada. O comum nos jogos de pôquer é ocorrer o fast play, um jogo mais rápido, com os jogadores aumentando suas apostas quando tiverem boas mãos. O slow play parte para o caminho inverso e pode ser uma boa estratégia em determinadas situações.

Como toda tática, ela também tem riscos, pode ser uma estratégia perigosa para ser usada contra determinados perfis de jogadores, por isso, vamos te ajudar a analisar as possibilidades e assim você saberá de que forma usufruir ao máximo dessa jogada que pode te render muitas fichas.

A ideia principal do slow play é fornecer aos adversários a impressão que você não tem uma mão forte, quando a situação é exatamente o oposto. Para isso você dá check na mesa e no flop, aguardando que os seus oponentes aumentem a aposta, para depois surpreendê-los quando eles não puderem mais foldar. 

Por que o slow play é importante?

O slow play é importante em situações específicas, como quando você enfrenta oponentes agressivos que costumam aumentar as apostas com frequência e punir os blefes adversários. Nessa e em outras situações, deixar o jogo mais lento pode te favorecer, principalmente por quebrar o padrão habitual das mesas de pôquer onde o jogo é mais rápido e dinâmico.

Não só o slow play é importante, como qualquer técnica ou tática que fuja do padrão e aumente seu repertório durante a partida. Para os jogadores já experientes, esse tipo de jogada é muito comum, mas para quem está iniciando agora no pôquer, é fundamental entender que existem dezenas de táticas adotadas durante o jogo e que podem te ajudar a vencer mais mesas, principalmente ao encarar jogadores com mais conhecimento.

O slow play é considerado um blefe?

Diferente do que pode parecer, usar do slow play não é considerado um blefe, pelo contrário, você não está apostando em uma mão fraca, mas sim está deixando de apostar para incentivar que o adversário faça isso, desta forma, fica mais fácil conquistar as fichas quando tiver uma mão forte.

O slow play foi pensado para evitar situações onde você dificilmente é recompensado, mesmo tendo boas mãos em jogo. Para isso o jogador pode dar a falsa impressão de estar com cartas ruins e com isso manipular de certa forma o oponente a apostar e aumentar o valor da aposta, mas isso nem sempre pode dar certo, essa tática deve ser usada em situações específicas, que vamos te mostrar agora.

Quando usar o slow play?

Por não ser uma tática recorrente e que foge do padrão do poker, o slow play não funciona em qualquer situação, é necessário analisar o cenário da partida e o perfil dos jogadores que estão na mesa com você, pois isso pode determinar que essa estratégia tenha bom retorno. 

O slow play começa a ser pensado desde a análise das cartas em sua mão, pois o primeiro princípio do jogo mais lento é ter uma mão forte. A decisão em adotar o slow play deve acontecer com as três cartas do flop, esse momento é fundamental para decidir por essa tática, pois os cenários mais favoráveis são quando as cartas comunitárias podem fornecer opções de boas combinações aos seus oponentes mas não tão fortes quanto a sua, vamos ver com mais detalhes cada uma dessas situações.

Quando sua mão estiver forte

Isso é fundamental, o slow play é uma tática para ser usada quando sua mão estiver forte. Temos que lembrar que essa estratégia não é um blefe, mas sim uma forma de tentar um retorno maior, principalmente contra adversários agressivos. A construção do jogo lento no poker começa no momento que você recebe suas cartas e o dealer revela as três primeiras cartas do flop. 

Como dissemos, o cenário ideal para o slow play é quando você tem uma combinação forte o suficiente que possa superar outras combinações criadas por seus adversários, para isso começar com um par de cartas e naipes, ou também uma sequência é uma ótima oportunidade. Depois disso, muita atenção ao flop.

Quando seus oponentes forem mais agressivos

O slow play é uma ótima forma de punir jogadores agressivos, que costumam crescer sobre jogadores mais conservadores. Esses jogadores, que se arriscam, são ótimos para cair na armadilha do slow play, já que eles costumam apostar e até aumentar mesmo com mãos não tão fortes, nessa hora você pode surpreendê-los.

Uma característica importante de todo jogador de poker é a capacidade de ler e interpretar o perfil dos oponentes, isso permite que você possa usar não só o slow play, como outras estratégias, cada tipo de oponente tem uma fraqueza e se você conseguir identificar isso durante o jogo, tem ótimas chances de vencer a mesa. 

Quando o flop permitir boas jogadas mas que não sejam mais fortes que a sua

A tática do slow play se resume em muita análise da partida. Um cenário perfeito é quando o flop inicial das três primeiras cartas fornecer boas jogadas de poker aos outros jogadores, como por exemplo, você tem um par de setes em sua mão e o flop vira as cartas 5, 6 e 7. Você já tem um trio garantido e com mais um sete você garante uma quadra, mas o jogo fica aberto para os jogadores conseguirem um straight. 

Quando o turn possibilitar um jogo forte para outros jogadores mas que não superem o seu

Para manter o slow play também é importante que o turn mantenha a mesma estratégia da anterior. Nesse caso se a quarta carta revelada fosse um 5 ou 6, você garantiria um full house e manteria o jogo aberto para um straight ou até mesmo um flush dos adversários, que apesar de boas mãos, não seriam superiores às suas.

Nesse momento o slow play é posto à prova pois mesmo com um ótimo jogo nas mãos, os adversários podem aumentar as apostas caso você mantenha no check. Eles podem blefar e aumentar a aposta ou fazer isso com uma mão mais fraca que a sua, como dois pares, trio, flush ou straight, justamente por pensar que você não tem nada.

Quando não usar o slow play?

Como já mencionamos em diversos momentos aqui em nosso site, o poker é um jogo que pode ser vencido com a leitura dos oponentes, se usarmos as táticas no momento certo e se mantivermos a calma e concentração durante o jogo.

Por isso é importante dizer que mesmo sendo uma tática interessante em alguns momentos, não é sempre que o jogo lento pode ser vantajoso. Em algumas situações ele pode até te prejudicar e se você não usá-lo corretamente será facilmente lido pelos seus oponentes, vamos conferir agora algumas situações onde o slow play não é a melhor opção.

Quando a jogada se tornar um vício

O slow play busca justamente sair do padrão rápido e dinâmico do poker, onde você aumenta suas apostas quando tiver uma mão forte, por isso se você começa a abusar dessa estratégia, ela pode se tornar um vício, passar a ser uma tática fácil de ser lida e prevista e perder toda a sua força.

Quando seus oponentes forem mais conservadores, atentos e observadores

Se essa tática funciona contra jogadores agressivos, ela pode não ser tão forte contra oponentes mais calmos, conservadores, que gostem de analisar o jogo antes de cada movimento. Esses jogadores dificilmente são enganados e tendem a não arriscar com mãos não tão fortes.

Quando o flop inicial oferecer boas combinações para todos jogadores

Como já dissemos, o slow play começa com o flop inicial das três primeiras cartas, nesse momento é fundamental ter uma boa leitura do jogo, não adianta forçar essa tática quando o flop não for favorável e não fornecer nenhuma combinação com a sua mão, pois, por mais que você tenha uma boa mão, com um par alto, se o flop não te ajudar, as chances de outro jogador ter uma mão mais forte que a sua é grande.

Quando estiver com uma mão ruim

Por fim, o slow play não deve sequer ser pensado com uma mão ruim, o slow play não se constrói no turn, precisa começar logo no início da rodada, não podemos depender das últimas cartas pois podemos comprar um jogo no qual não temos nenhuma possibilidade de conseguir uma boa mão.

Usar slow play no poker dá certo?

O slow play é uma tática diferente, que foge do convencional, dita um novo ritmo ao jogo e não é tão comum vermos durante as partidas. Por ser uma estratégia incomum, ela deve ser usada em situações específicas e contra jogadores que tenham um perfil mais agressivo, que arrisquem bastante e aumentem suas apostas mesmo com mãos não tão fortes.

O ideal para se tornar um jogador melhor é conhecer todas as estratégias possíveis, assim você será um competidor completo, preparado para todas as situações e para enfrentar qualquer perfil de adversário, dessa forma as chances de você ganhar suas mesas aumentam muito.

Sobre o Autor

Rafael H.
Rafael H.

Entusiasta do esporte desde 2007, Rafael criou o Shark Poker Reviews para auxiliar a todos que estão querendo aprender a jogar poker online. Jornalista, Rafael também gosta de se dedicar ao marketing digital e resolveu unir essas duas paixões neste blog!

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *